Sugestão §4) Contas - 4.4 "pushing" - Problemas, Punições, Informação e alteração da regra

Status
Não esta aberto para novas mensagens.

Igor Kalosh

Membro Notável
Pontuação de reações
522
Jogo esse jogo há 12 anos e nunca presenciei tantos problemas. Muitos jogadores voltaram a jogar no período da pandemia e se depararam com a não permissão do uso de coplayer e algumas punições que antigamente não exisitiam. É importante que as regras e punições mudem no decorrer dos anos, mas é preciso que as práticas sejam expostas numa linguagem que todos consigam entender a dimensão delas, para o consumidor decidir se vale ou não continuar jogando esse jogo. Conheço muitos jogadores que pararam de jogar por causa de Bots, Pay To Win, Compra de contas e Multis (Os principais problemas do jogo).

Todo mundo que entrei para jogar tribal eu fiz parte ou fui colocado na liderança porque sempre quis ajudar a tribo. Todos os mundos que joguei eu pegava inúmeros MDF's para retirar tropas e NUNCA fui banido por isso. No m21, 37,53,67 e 75 eu retirava tropas de várias contas, quando os jogadores paravam de jogar eles pegavam ranço com o jogo ou com a tribo, alguns moitas/desistentes chegavam ao limite. As contas sempre caíam nas mãos da liderança, que já estava sobrecarregada com N problemas administativos e tendo que dá fim as contas inativas. Na maioria da vezes eu passava contas e não noblava absolutamente nada, pois sempre pensei no coletivo ao invés de mim. No m100 eu tirei tropas de umas 40 contas e não noblei aldeias destas, tive um crescimento relativamente baixo por sobrecarga administrativa, mas vi inúmeras contas sendo banidas por pushing por noblarem diversas contas sozinhos e não gastar nenhuma tropa. Isso fica evidente que é pushing ou compra de contas. Mas quando uma conta é repartida para bons jogadores que defendem a tribo é notável que isso é para manter a funcionalidade da tribo, caso contrário qualquer tribo vai colapsar.

No M105 fui supreendindo por um banimento por pushing porque eu estava doando as aldeias dos jogadores que pararam para alguns jogadores que estavam com um bom desempenho no jogo e queriam jogar, mesmo após ceder todas as minhas aldeias por causa de problemas de gerenciamento da tribo. Eu e mais alguns adm's foram banidos por dá celeridade há aproximadamente 30 contas que estavam no planejamento de serem retiradas do front por livre e esportânea vontade do jogador ou por MDF quando o jogador não estivesse mais entrando no jogo. Resultado, mais de 40 contas foram banidas por um regra que não é especificada, um regra que carece de uma profunda leitura de jogo atual, uma regra instransigente e que contribui ainda mais com a evasão de jogadores/líderes. Isso torna inviável qualquer projeto de tribo manter-se vivo e operante até o final do mundo, pois sempre haverá contas que irão parar e todas staffs serão banidas a partir de agora.

Sabe o que vai ocorrer? Infrações não detectáveis, como está ocorrendo em alguns mundos que estão sendo definidos na compra de contas e que nada é feito para punir isso. Muitos jogadores corruptos não irão usar o MDF para retirar as tropas, eles irão simplismente comprar contas e alterar o IP de forma que o suporte não consiga banir. No m105 várias contas estão sendo compradas e algumas delas não foram banidas, infelizmente, as conversas de whastapp NUNCA serão aceitas como provas. Infelizmente, gravações de vídeo NUNCA serão aceitos como provas.

O que resta paras tribos futuras é:


- Eliminar as contas de front com OP interna e perder várias aldeias no front;
- O MDF só pode defender ataques de inimigos e não pode ceder aldeias para a própria tribo quando o jogador parar;
- O jogador quando tiver com abuso do jogo não vai querer passar o MDF e tribos irão cair se não conseguir convencer o jogador que está insatifeito de retirar todas as tropas das aldeias (Algo muito difícil de ocorrer);
- Usa métodos ilegais para noblar as contas;
- Parar de jogar o tribal wars ou procurar outro servidor que escute a comunidade.


Sugestão de alteração do texto da regra 4.4


§4) Contas

4. É proibido criar e/ou usar uma ou mais contas para o benefício principal de outra conta ("pushing"), bem como lucrar com tal comportamento.

Como estão punindo hoje e o que não é especificado nas regras ⬇

4.4.1 - Quando ceder ou noblar aldeias quando a conta estiver sob MDF e o Sitter movimentar ou retirar as tropas.
4.4.2 - Quando a conta em MDF estiver sendo farmada por jogadores da tribo ou aliados.
4.4.3 - Quando a conta estiver sendo utilizada para aumentar os oponententes derrotados dos jogadores da própria tribo ou aliados quando o mundo estiver acima de 60% de dominância afim de evitar o ganho de bandeiras de modo irregular.


Segundo o suporte, só é permitido o próprio dono doar as aldeias da conta. Se o dono sofrer qualquer doença, estiver sem tempo ou com ranço do jogo, ele será obrigado a entrar no jogo SE QUISER ajudar a tribo. Caso contrário, qualquer tribo poderá ser PENALIZADA pela desistência de um ou mais jogadores, colocando todo empenho dos líderes e jogadores no LIXO. ️

Eu concordo com os pontos 4.4.2 e 4.4.3 que exemplifiquei, mas descordo veemente do ponto 4.4.1, essa interpretação errônea impossibilita qualquer tribo de manter-se filtrando o seu elenco no decorrer do mundo e torna inviável que qualquer premade tenha futuro nos próximos mundos.

Peço encarecidamente a sugestão da comunidade nessa questão tão importante e que está afetando as tribos e a jogabilidade.
 

Absolut Vodka

Membro Notável
Pontuação de reações
1.002
No mundo 48 liderava a Alliance, o mundo já estava indo pra 2 anos, muitos pararam de jogar , por saco cheio, ou por um emprego novo que não sobrasse tempo, por brigas com a esposa por causa do jogo, nascimento de filhos, etc... inúmeras coisas que todos nós que jogamos nos deparamos e isso é normal, pode acontecer com qualquer um.

As contas vinham pra mim em MDF e fazia essa distribuição de aldeias, o jogador quando quer parar, ele não quer saber mais do jogo, ou nem consegue entrar mais, ele doa as aldeias para a tribo por amizade e por respeito por todo tempo que passou ali. Nessa época não existia essa regra e não fui banido por isso.

A verdade pelo menos no meu caso lá no 48, era que os jogadores que iriam parar eram gratos por alguém fazer essa distribuição, gratos por ter alguém que entendeu o problema da pessoa, o porquê ela não pode continuar e decidiu ajudar a fazer algo que ela gostaria, que no caso, dar as aldeias que ela conseguiu por mérito dela para os companheiros.

Entendo também a regra do pushing que foi implantada, se pararmos para analisar o suporte tem razão sim, muitos se aproveitavam de outros casos.

Então sugiro o seguinte:

Um formulário para o jogador que deseja parar preencher, colocando seus desejos por escrito e confirmando com senha da conta. Se ele permitir a doação de aldeias para a tribo, deve esclarecer as pessoas que poderão retirar as tropas, a tribo que poderá noblar e o suporte analisar e permitir, caso a caso.

Como um testamento.
"Preciso parar de jogar nesse momento devido ao nascimento do meu filho, não tenho condições de continuar no jogo, gostaria de deixar as minhas aldeias para a tribo (Xxxx) que me recebeu e me ajudou em todo o tempo que estive presente, quero deixar responsável o jogador (YYY) para a distribuição das aldeias da melhor forma para o benefício da tribo.

Declaro responsável pela conta e por essa decisão.

Att.
Fulano
"

E confirma com senha.
 

EVERY LESSON LEARNED

Membro Notável
Pontuação de reações
181
Concordo plenamente @Igor Kalosh !

As regras precisam ser melhor definidas e RESPEITADAS, tanto pelos jogadores quanto pela staff.

Além disso o suporte precisa ser profissionalizado e remunerado. É uma função muito importante. Estão lidando com a vida e o tempo de milhares de pessoas!

"Poder absoluto corrompe absolutamente, e no TW não será diferente."

A partir do momento que uma função tão decisiva não é bem remunerada, temos:
  1. O mente fraca tornando-se corruptível, afinal, precisa ganhar de algum lado por seu esforço.
  2. O incorruptível colocando-se acima da lei, afinal, o objetivo já foi deturpado e o Ego fala mais alto.
Um juiz não pode quebrar as leis para pegar um criminoso.
Tão pouco julgar a todos os casos da mesma maneira, seja por pura preguiça, falta de vontade ou anseios pessoais.
 

- White Walker.

Membro Notável
Pontuação de reações
1.562
No mundo 48 liderava a Alliance, o mundo já estava indo pra 2 anos, muitos pararam de jogar , por saco cheio, ou por um emprego novo que não sobrasse tempo, por brigas com a esposa por causa do jogo, nascimento de filhos, etc... inúmeras coisas que todos nós que jogamos nos deparamos e isso é normal, pode acontecer com qualquer um.

As contas vinham pra mim em MDF e fazia essa distribuição de aldeias, o jogador quando quer parar, ele não quer saber mais do jogo, ou nem consegue entrar mais, ele doa as aldeias para a tribo por amizade e por respeito por todo tempo que passou ali. Nessa época não existia essa regra e não fui banido por isso.

A verdade pelo menos no meu caso lá no 48, era que os jogadores que iriam parar eram gratos por alguém fazer essa distribuição, gratos por ter alguém que entendeu o problema da pessoa, o porquê ela não pode continuar e decidiu ajudar a fazer algo que ela gostaria, que no caso, dar as aldeias que ela conseguiu por mérito dela para os companheiros.

Entendo também a regra do pushing que foi implantada, se pararmos para analisar o suporte tem razão sim, muitos se aproveitavam de outros casos.

Então sugiro o seguinte:

Um formulário para o jogador que deseja parar preencher, colocando seus desejos por escrito e confirmando com senha da conta. Se ele permitir a doação de aldeias para a tribo, deve esclarecer as pessoas que poderão retirar as tropas, a tribo que poderá noblar e o suporte analisar e permitir, caso a caso.

Como um testamento.
"Preciso parar de jogar nesse momento devido ao nascimento do meu filho, não tenho condições de continuar no jogo, gostaria de deixar as minhas aldeias para a tribo (Xxxx) que me recebeu e me ajudou em todo o tempo que estive presente, quero deixar responsável o jogador (YYY) para a distribuição das aldeias da melhor forma para o benefício da tribo.

Declaro responsável pela conta e por essa decisão.

Att.
Fulano
"

E confirma com senha.
Uma excelente sugestão.
 

You Lose ?

Membro Notável
Pontuação de reações
326
Boa @Igor Kalosh

Infelizmente hoje a comunidade do tw é decadente, e não existe mais nenhum horizonte ético na cabeça da maioria das pessoas que continuam jogando isso. As lideranças não estão preocupadas em garantir um ambiente saudável de jogo, não estão preocupadas em garantir um espaço bacana pra quem está jogando... só se preocupam em vencer mundos. Antigamente as lideranças se importavam mais com a manutenção de um ambiente geral DO JOGO minimamente decente, do que com seus próprios títulos e egos. Joguei um mundo o ano passado, por conta da quarentena, e o que vi foram os tópicos de discussão de regras, de scripts, de infrações, totalmente abandonados e empoeirados, o que mudou por alguns meses com a volta dos jogadores antigos ao game, e a volta obviamente, dessas questões sendo colocadas em pauta. Mas no geral hoje as lideranças preferem se ausentar covardemente das discussões e das suas responsabilidades, e explorar ao máximo todas as lacunas de regras e ilegalidades que estão disponíveis. Aliado a isso existe uma preguiça irritante de debater, de discutir, e de fazer cobranças, ao ponto de qualquer parágrafo com mais de 5 linhas virar motivo de chacota (o que aconteceu comigo e com Igor diversas vezes). Basicamente, da forma como as coisas estão, o jogo (server BR) está condenado à morte, pois as tribos que existem não se preocupam com a manutenção de suas possibilidades de existência, mas se preocupam em sugar toda a energia vital do game pra conseguir medalhinha.

Vou contar um segredinho pra vocês: quando só existirem meia dúzia de playboyzinhos ricos jogando isso, as conquistas de vocês não vão valer NADA



Agora sobre o assunto do tópico, as infrações e o anti-jogo são coisas que desanimam demais qualquer um, e eu já dei uma sugestão há algum tempo atrás de punições coletivas por BOTs e multicontas: aqui.

No mundo 100 eu abri mais de 25 tickets de denúncias de pushing (todos feitos a mão, esperando os cinco minutinhos de tempo entre um e outro), mostrando nos tickets como estava acontecendo uma prática deliberada de multicontas como estratégia de toda uma tribo. Haviam na época quatro tribos que estavam sendo compulsoriamente nobladas por uma única tribo, sem aumento de ODA ou ODD de qualquer uma delas. Antes das noblagens, as contas de todas essas tribos "laranjas" estavam sendo farmadas e utilizadas pelos jogadores da tribo "infratora" (basicamente, uma tribo central estava sugando outras 4 tribos inteiras de multicontas, explícitamente); porém como o uso era por IPs trocados e SID, era impossível enquadrar essa prática como pushing pensando nos critérios de MDF. Quando fiz as denúncias, fiz entendendo que o uso daquelas multicontas em benefício de algumas contas "principais" também se enquadrava em pushing, seja pelo farm, seja pelas conquistas posteriores - imaginando que denunciar por multiconta não iria ser eficaz. Todas as minhas denúncias foram totalmente ignoradas pelo suporte, não tive ao menos nenhuma devolutiva de nada.

Pensando nisso, a minha sugestão é a seguinte:

4.4.4: O uso de multicontas que também se configurar em "uso de uma ou mais contas em benefício principal de uma conta" também é considerado prática de pushing, sendo passível de punição acumulada (multicontas+pushing), o que acarretaria em perda de todas as contas envolvidas*.

Não acho que MDF seja o problema, ainda mais em caso de pushing. A ferramenta do Modo de Férias já tem na sua própria constituição, vários mecanismos que evitam o seu uso indevido por muito tempo. A preocupação não deveria ser essa, e justamente por ser, acaba prejudicando jogadores que não cometem infração alguma, como o Igor bem explicou. A regra que tem um potencial enorme acaba se transformando em puro instrumento de demagogia.


O jogo fornece uma infinidade de números e informações que podem ser muito melhores aproveitadas em investigações de infrações, do que são aproveitadas hoje. Concordo com @EVERY LESSON LEARNED , o suporte deveria ser remunerado, pois entendo inclusive que deve ser um saco ficar ouvindo reclamações de todos os lados sendo que todo o trabalho é feito apenas de boa vontade. Isso prejudica todo mundo, no fim das contas.

Agora, no caso da não-remuneração ser algo incontornável, teríamos que contar com a responsabilidade ética da comunidade como um todo, e com o bom senso, o que parece bem difícil de acreditar, infelizmente.


* Quando duas contas ou mais são banidas por multicontas, existe a possibilidade de se escolher uma conta para continuar no jogo e abandonar a outra. Pensando em punições acumuladas, imagino que seja justo essa possibilidade não existir nesse casos.
 

XXL2008

Membro Notável
Pontuação de reações
321
acho que a regra esta ótima. se o jogador vai parar no meio do jogo, azar de ter recrutado ele pra tribo
 

- White Walker.

Membro Notável
Pontuação de reações
1.562
acho que a regra esta ótima. se o jogador vai parar no meio do jogo, azar de ter recrutado ele pra tribo
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Quer dizer se o cara for pai, azar o dele vai ter que escolher entre tribo ou criança.

Sabes muitos chegam no avanço do mundo e param por falta de tempo
 

Homem das Neves

Membro Notável
Pontuação de reações
231
eu já noblei contas inteiras no passado em que o líder tinha retirado todas as tropas pra mim (simplesmente porque as contas tavam mais perto de mim e eu era front)

mas a regra do pushing até onde me lembro sempre foi a mesma...com duas diferenças

com o passar do tempo, os jogadores passaram a se beneficiar dessa prática de má fé, comprando contas ou simplesmente combinando fusões com antecedência (o cara já vai pro mundo pensando em fundir a conta)...coisa que era bem mais raro. Até os endurancers quando pegavam alguma conta de sprinter geralmente pegava por amizade e tals

e a segunda questão é a do coplay ne...acho que deve ter tido alguma lei nova ou uma chuva de processos que fez a inno se preocupar com esta questão das senhas. Se o coplay é proibido, vc pode interpretar boa parte das fusões hoje como pushing de cara...

agora, ta tendo ban por divisão de aldeias entre os membros? isso já é novidade....
 

Johnny Tapia

Supervisor
Pontuação de reações
1.297
Boa tarde,

já houve uma discussão
aqui sobre o mesmo assunto meses atrás, inclusive com posicionamento da CM da comunidade.

As regras do jogo são definidas pela Innogames, podem discordar delas mas terão que as cumprir. O texto da regra é simples e claro:

É proibido criar e/ou usar uma ou mais contas para o benefício principal de outra conta ("pushing"), bem como lucrar com tal comportamento.

As confusões são geradas pelos jogadores desnecessariamente. Obviamente que um jogador que desistiu de jogar e dá as aldeias à tribo, a um amigo a um vizinho, é permitido, desde que seja o próprio a doá-las. Agora nunca foi permitido usar contas, sejam criadas ou mantidas/usadas para beneficio de outras.

Dúvidas sobre as regras do jogo devem usar o sistema de tickets, este tópico será encerrado.
Atenciosamente,
Equipe Tribal Wars BR
 
Status
Não esta aberto para novas mensagens.