Tribuna Tribal Wars, BR 113 - Edição II, A Escalada ao Topo

Status
Não esta aberto para novas mensagens.

Tyrion Lannister

Moderador do fórum
Pontuação de reações
250

TRIBUNA TRIBAL WARS, O SEU JORNAL DO TRIBAL WARS

MUNDO 113

Segunda edição ( A Escalada ao Topo )

O Tribuna Tribal Wars é um jornal voltado para a comunidade do Tribal Wars, nesta edição temos como objetivo entrevistar jogadores que possam trazer informações relevantes sobre o que tem acontecido no mundo para toda a comunidade de Tribal Wars e leitores do fórum TW.

Tribuna Tribal Wars.png

Obs: Infelizmente para dispositivos moveis a capa do nosso jornal está pequena, afetando a visualização da mesma. Para uma melhor
experiência, acesse pelo aplicativo ou PC. Estarei pensando numa solução o quanto antes.
FábioFang.jpeg Fábio é o entrevistador desta edição do jornal.



Livio.jpeg Entrevista com Livioprofight, líder da RIP.
Fábio: Boa noite estamos aqui com o Lívio um dos líderes da RIP, bem Lívio espero que tudo esteja a correr bem, apresente se ao mundo do Tribal Wars e fale um pouco mais dos seus objetivos.

Lívio: Salve família, dispenso apresentações afinal se vocês jogam Tribal Wars, tenho certeza que já ouviram falar sobre mim. O meu objetivo era ter parado de jogar pra sempre, mas a nostalgia sempre me traz de volta, então contínuo mantendo meu objetivo de pregar a palavra da salvação através da corrente SDL.

Fábio: Bem Lívio, conta nos um pouco mais de como o mundo tem evoluído para o seu lado, e quais são seus objetivos como tribo a curto prazo?

Lívio: Para a minha conta não tem evoluído tão bem quanto o esperado, afinal fiquei 14 dias de jejum no deserto, mas esse tempo foi importante para eu me fortalecer espiritualmente e focar na parte diplomática tomando decisões que resultaram em nossa dominância no sudeste. Preguei a minha palavra na parte central do mapa para todos terem acesso a salvação, mas igual fizeram com Jesus, recusaram a palavra e crucificaram a SDL. Não tem problema, afinal todos estarão comigo no paraíso! O objetivo da RIP é se organizar e marchar em direção ao sudoeste.

Fábio: Na nossa última entrevista seu companheiro Renan declarou o Markuswill como jogador revelação, na tua opinião mais algum jogador surgiu como surpresa? Ou terá o mundo 113 se limitado a poucas surpresas até agora?

Lívio: Sim. Gostaria de citar 2 jogadores que me surpreenderam. 1 deles é o Devorador de Aldeias que literalmente está devorando a XPK. O outro é o Smook, jogador que veio da Corvos e vem se destacando em guerras desde o começo do BR.

Fábio: A sua menção a corvos é um assunto recorrente ultimamente no fórum, não sendo muito apreciada a vossa fusão e sendo deixado um rastro de críticas, tem algo a dizer sobre o assunto?

Lívio: Fizemos a aliança desde o início com esse intuito, não é atoa que dividimos o mesmo território/objetivos por todo esse tempo. Após nos desgastarmos com problemas que não vem ao caso, optamos por acelerar a estratégia alinhada. Referente as críticas de FTW: Já estou acostumado, afinal sou denominado o Rei do FTW. Lá cada opinião é uma bala, mas não adianta ter munição e não saber atirar. Eu prefiro ficar aqui em cima do prédio com a minha sniper, gasto apenas 1 bala com efetividade.

Fábio: Assunto em alta no fórum é a guerra da antiga Corvos com a XPK, quando olhamos para estatística de guerra a dominância da antiga Corvos é claramente visível, acha que até o fim do BR estas estatísticas irão se manter?

Lívio: O que vamos manter é o nosso avanço. As estatísticas podem ser facilmente manipuladas, mas acredito que continue favorável para nós.

Fábio: Todos os BRs vemos tribos cair mais cedo umas do que as outras qual foi a maior surpresa para si perante as mades apresentadas?

Lívio: Referente as mades que caíram, eu sinceramente não esperava nada. Mas posso afirmar que esperava bastante do elenco da BW, achei que eles teriam a capacidade de dominar o K44 por completo devido a vantagem inicial.

Fábio: Quando acontecem fusões a maior dificuldade é manter uma boa harmonia entre os jogadores, olhando para a sua staff muito bem organizada acha que os problemas podem ter sido corrigidos logo de início evitando problemas de insatisfação?

Lívio: Insatisfação é normal, afinal nem Jesus agradou a todos. Mas antes de todos ingressarem na tribo (seja por pré made ou recruit), deixamos avisados explicitamente como é o funcionamento da tribo logo ninguém é pego de surpresa. Então todos que estão na tribo é porque querem e cada um tem o livre arbítrio de fazer o que bem entender, mas toda ação tem a sua reação. E pra finalizar, contamos com uma STAFF bem estruturada disponível para solucionar problemas 24 horas por dia (salve para Bolado, Nael, Denon, Hunter, Snip e Devorador).

Fábio: Uma última questão Lívio fora do mundo 113 quer deixar algumas dicas aos novatos que vão entrando no jogo dia após dia?

Lívio: Saiam! Aproveite enquanto vocês ainda não foram afetados pelo vírus da nostalgia. E para aqueles que já foram afetados: Confie desconfiando, esteja sempre preparado, pois Tribal Wars muda da água pro vinho em questão de minutos. Faça amigos e não usem ferramentas ilegais (você vai levar BAN e com razão) e SE DIVIRTA, pois no final o que resta são as LEMBRANÇAS.


Entrevista com T R X P S T A R, líder da XPK.
Fábio: Boa tarde estamos aqui com o TRXPSTAR líder da XPK, TRXPSTAR apresente se a comunidade e fale um pouco mais da sua história no game e de como surgiu o seu Nick?

T R X P S T A R: Boa tarde! Sou um dos recentes líderes da XPK, já joguei em diversos mundos, e até agora, nenhum que eu tenha ficado até o final para ter a medalha no perfil, mesmo que eu esteja na tribo ganhadora, eu sempre saio antes do final. Sempre joguei os mundos com nicks diferentes, hoje em dia eu prefiro T R X P S T A R, que "inventei" no BR107 ( apesar de não estar usando ele no 113). Bom, eu curto muito o estilo de música trap / rap, e sempre ouço enquanto jogo tribal, sinto que isso me da uma dose de hype a mais e PRINCIPALMENTE quando estou montando alguma OP importante ou enviando ataques >:D. Isso me motiva e faz eu estar sempre na primeira página da classificação hahahaha

Fábio: Enrico é claramente visível que a XPK não colocou foco num só K desde o início do br, como surgiu essa manobra incomum no jogo? E se levaria essa estratégia a outros mundos?

T R X P S T A R: Inicialmente, viemos com apenas nossa diplomacia firmada, sem saber quais continentes as mades inimigas iriam vir e quem seriam os nossos inimigos, mas atualmente já temos nosso rumo e logo a brincadeira vai começar.

Fábio: A XPK foi uma made muito criticada pelo mass recruit, você olha para esses tipos de comentários e acha que a sua made ganha algum tipo de motivação? Pois devido a limitação de playes foi muito comum neste br as mades criarem um par de tribos para sustentar todos os seus jogadores, o que fez refletir neste tipo de acusações.

T R X P S T A R: Bom, sobre as críticas, não há vergonha nenhuma em fazer este tipo de estratégia, pois é usada praticamente por muitas tribos que jogam atualmente, sempre os líderes por terem muito contato e amizades com outros players acabam levando mais de uma tribo, entramos com uma família gigante nesse BR... vários colegas entraram na nossa made para fazer pp, conforme o mundo foi passando, onda de bans e etc, foi se afunilando esta quantidade, em comparação a outras tribos vizinhas, já não somos a tribo com mais famílias da mesma tribo. Mas funcionou muito bem essa estratégia, atualmente somos a única made com 99% do continente dominado por membros da sigla XPK. Nossa motivação é se divertir e contrariar os faladores.

Fábio: Perante as estatísticas a sua made é uma das que mais conquista ao lado inimigo perante as guerras estipuladas,acha que esse tipo de estatísticas podem fazer com que as suas tribos virem alvos abater?

T R X P S T A R: Praticamente todas as tribos que foram derrubadas até agora não eram tribos organizadas, temos muito a guerrear ainda, creio que o stats atual não demonstra o potencial ou a realidade da nossa organização como tribo, mas já demonstra alguns resultados prévios. Sobre virar alvo.... creio que já somos... Já entramos em guerra com a antiga corvos, atual CIP / RIP, enfim, já está definido a próxima grande guerra desse BR 113, será entre as duas maiores mades em termos de quantidade de players.

Fábio: Perante as estatísticas a CIP leva um avanço, na sua opinião as estatísticas irão mudar nos próximos dias ou num futuro próximo?

T R X P S T A R: Esperamos que sim, estamos nos organizando para isto, recentemente fizemos uma OP que também foi boa, bons jogadores de ambos os lados, mas obviamente, acredito que vamos prosperar nas nossas próximas jogadas, temos uma "carta na manga" que ainda será revelada...

Fábio: Todos os brs são diferentes uns jogadores surgem como promessas outros já como estrelas mas si qual foi o jogador que mais decepciona até agora?

T R X P S T A R: Havia um jogador que foi banido, Ragnar não sei das quantas... quando noblei uma das aldeias dele, as minas de produção estavam nível 1 e todos os edifícios restantes estavam ao nível máximo, e a fazenda estava cheia (isso no começo do mundo). Minha tremenda decepção aconteceu ao noblar essa aldeia e ver o estado dela kkkkkkk
Nenhum jogador em específico me decepcionou, mas nenhum está me surpreendendo. apenas a minha performance de estar no top7 depois de 3 bans e 1 recomeço nesse mesmo BR.

Fábio: Você crê que este tipo de banimentos possa afetar as tribos inimigos e vocês serem beneficiados em longo prazo?

T R X P S T A R: Atualmente, nós que estamos sendo mais afetados pelos banimentos, e ao contrário, isto tem beneficiado as outras tribos, pois perdemos muitos players ótimos, foi um tremendo atraso todo o acontecimento e essa recuperação, demandou muito esforço e força de vontade.

Fábio: Enrico uma última pergunta, gostaria de deixar algumas palavras a comunidade do Tribal Wars, ou sugestão do que possa ser melhorado?

T R X P S T A R: Creio que, ultimamente, para mim o tribalwars é praticamente uma roleta russa, tudo pode virar de ponta cabeça em questão de dias , é um jogo que demanda muito tempo e organização para quem quer jogar sério (a não ser que o player queira ser pateta). Tenho observado o mesmo padrão em diversos mundos, sempre os mesmos acontecimentos, traições, jogo sujo, infelizmente fazem parte do playstile das maiores tribos do tribal wars BR e não vejo nenhuma solução eficaz para tal, pois o ser humano é vil e corrompido, no mais, um bom jogo para todos =D

Entrevista com Portgas, líder da Juju.
Fábio: Boa tarde estou aqui com o Portugas líder da Juju, Portugas és um jogador muito conhecido na comunidade gostarias de te apresentar e explicar um pouco de como surgiu seu Nick?

Portgas: Boa tarde, esse nick surgiu de um anime muito conhecido em que eu sou fã, o nome de fato é "Portgas", ai acabou virando apelido e todos me chamam de Portugas no game e em grupos.

Fábio: Portgas após observar o fórum vemos que algumas farpas em mundos passados tenham ficado por resolver, gostarias de mencionar alguma que gostaria de resolver neste mundo?

Portgas:
De fato sim, perdi recentemente o mundo 110, talvez sim por ter feito decisões erradas no momento errado. E isso acabou fazendo muitos membros perderem a admiração por mim e me desmerecer e me taxar de nob. Porém fiz questão de marcar os próprios de vermelho no mapa e mostrar o porquê a Juju ainda está em campo e estou amassando um por um!
Porquê meu lema é o seguinte "Falador passa mal".

Fábio: Apesar desses acontecimentos a sua made não foi deixada de lado e mostra a sua lealdade, gostaria de nós dizer o segredo que faz a sua staff ser uma das mais temíveis neste br? Será pela sua experiência alcançada em mundos passados?

Portgas: Acredito que com os erros cometidos em Brs passados, só me fez ter uma visão mais ampla de uma liderança! E tento vir melhorando cada vez mais, até porquê sem dúvidas a minha staff tem os melhores integrantes atualmente, sem eles não seríamos o que somos hoje.

Fábio: Na sua opinião o facto da sua estrutura ser forte, é uma grande característica para que a sua tribo seja considerada umas das que estará no podia no final do br? Quais são as principais características para que uma tribo se mantenha unida?

Portgas: Sem dúvidas a minha tribo será uma das finalistas do Br.
As principais características para que uma tribo seja unida é que os membros confiem na staff e saibam que tem uma Hierarquia e que haja além de disciplina, amizade e companheirismo, pois o nome do game já diz "Tribos", uns precisam dos outros.

Fábio: Ao decorrer da sua guerra com a gang vemos a superioridade descomunal, na sua opinião o final da guerra estará próximo ou ainda tem muito br para percorrer?

Portgas: Estamos sem dúvidas muito superiores a eles e colocando os mesmos no chão, essa guerra mal começou e ja está acabando "mas sendo sincero era oque eu esperava", eles não passavam de meia dúzia de falastrões com o ego inflado! Em breve não vão estar mais ali, igual ja sumiram do fórum.

Fábio: Qual terá sido o maior problema da gang para si? pois logo de inícios mostravam ser um potencial candidato ao título.

Portgas: O maior problema deles foi a liderança não ter sido humilde quando eu os sugeri uma ally .
Só por esse fato ja percebi que eles eram imaturos e faltava experiência e visão de game. E atualmente vemos isso, pois o próprio líder deles foi se refugiar em outra família e desistiu de liderar em vez de defender seus membros com dignidade.

Fábio: A Juju neste momento ocupa uma posição muito favorável não apenas focando num só K como em 2 crê que isso possa ser a melhor estratégia para levar neste mundo?

Portgas: Com certeza, nossa posição ao meu ver é a mais favorável do mapa e isso nos da a vantagem, pois não temos ninguém que nos cause problemas em nossas costas. Esse foi o meu planejamento desde o início do mundo.

Fábio: Portgas a RIP é vista como uma das favoritas ao título por muitos jogadores neste br concordas desta afirmação, se não para si quem é o verdadeiro favorito?

Portgas: A Rip esta sim indo muito bem não tiro o mérito deles de forma alguma! Porém vejo um grande potencial na Toxic. E no meu ponto de vista ainda não da para subjugar uma tribo "favorita", pois ainda tem um grande andamento ao decorrer do Br.

Fábio: Portgas para finalizar, creio que a cada br vemos líderes novos e jogadores iniciativa de comandar tribos gostaria de deixar alguma sugestão aos jogadores mais novatos neste requisito?

Portgas: Acho que vou deixar a seguinte frase e entendedores entenderam. "Os sábios aprendem com os erros dos outros, os tolos com os próprios erros e os idiotas não aprendem nunca".


Essa foi a nossa segunda edição do jornal no BR113, agradeço a todos os participantes e ao Fábio que conduziu as excelentes entrevistas.
 
Última edição:

Tyrion Lannister

Moderador do fórum
Pontuação de reações
250
Simplesmente se toda a liderança da RIP vai ser entrevistada, eu também quero o.o
Kkkkkkkkkk
Costumamos entrevistar a maioria das mades antes de repetir a staff de uma tribo que já foi entrevistada, mas a pedido do Lívio, entrevistamos a RIP novamente. Não há problema algum para nós dar um espaço a mais para um jogador que queira ser entrevistado, é só entrar em contato que entrevistamos.
 
Última edição:

Naelzera

Membro Notável
Pontuação de reações
348
Kkkkkkkkkk
Costumamos entrevistar a maioria das mades antes de repetir a staff de uma tribo que já foi entrevistada, mas a pedido do Lívio, entrevistei a RIP novamente. Não há problema algum para nós dar um espaço a mais para um jogador que queira ser entrevistado, é só entrar em contato que entrevistamos.
Sou tímido, melhor não kkkkkkkjj
 

manolloks.

Membro Conhecido
Pontuação de reações
159
Três coisas a comentar kk

1. as bobeiras do Lívio já deixaram de ser engraçadas a muitos mundos atrás.
2. Juju(portgas) deu uma trolada na entrevista, esta recrutando nego de 5mil pontos pelo mapa e mandando mp pra recrutar geral sendo que na entrevista diz que o negocio está fácil... meio contraditório, mas como sempre tribal sendo tribal não é mesmo...
3. Achei que o jornal não está sendo neutro, acredito que isso traria mais seriedade ao negocio e melhoraria mais também, fica como sugestão.

Ps: gostaria muito de ver boas guerras nesse mundo, têm tribos bacanas espalhadas por ai, vamos jogar galera...
 

Tyrion Lannister

Moderador do fórum
Pontuação de reações
250
Três coisas a comentar kk

1. as bobeiras do Lívio já deixaram de ser engraçadas a muitos mundos atrás.
2. Juju(portgas) deu uma trolada na entrevista, esta recrutando nego de 5mil pontos pelo mapa e mandando mp pra recrutar geral sendo que na entrevista diz que o negocio está fácil... meio contraditório, mas como sempre tribal sendo tribal não é mesmo...
3. Achei que o jornal não está sendo neutro, acredito que isso traria mais seriedade ao negocio e melhoraria mais também, fica como sugestão.

Ps: gostaria muito de ver boas guerras nesse mundo, têm tribos bacanas espalhadas por ai, vamos jogar galera...
A imparcialidade do jornal é algo que prezamos muito e nos esforçamos para não deixar que os eventos do jogo afetem o trabalho feito pela equipe no jornal. Quanto as duas entrevistas da RIP, foi o que eu disse, o Livio pediu para participar e qualquer um que peça vamos dar um espaço sem problemas, aliás até acho bacana quando o player nos procura para participar das entrevistas. No mais, para não flodar o jornal, fala comigo por mensagem aqui no fórum e batemos um papo.
 

LoveCPs

Membro Notável
Pontuação de reações
852
A imparcialidade do jornal é algo que prezamos muito e nos esforçamos para não deixar que os eventos do jogo afetem o trabalho feito pela equipe no jornal. Quanto as duas entrevistas da RIP, foi o que eu disse, o Livio pediu para participar e qualquer um que peça vamos dar um espaço sem problemas, aliás até acho bacana quando o player nos procura para participar das entrevistas. No mais, para não flodar o jornal, fala comigo por mensagem aqui no fórum e batemos um papo.

Não é bem sobre a questão do Livio, apesar de envolver em parte. A entrevista com o Portgas foi totalmente parcial. Tiveram uma OP positiva pra igualar todas as perdas desde o início do BR contra a Gang. O Fábio foi totalmente clubista. haha

Acredito que as perguntas não devam ser tão específicas para casos assim. Perguntas mais gerais como as feitas pro Livio e para o TRXPAR teriam funcionado melhor.

A entrevista do Portgas parece algo feito sob encomenda pra fazer a JuJu parecer maior do que realmente é e fazer um pouco de média com a Toxic, que é a Tribo imediatamente nas costas deles.

Por um lado, o Portgas ta aprendendo a não insultar os outros e fazer média com quem precisa... Por outro, que ódio do Harvey em? haha
 

-Portgas D. Ace

Membro Notável
Pontuação de reações
402
Não é bem sobre a questão do Livio, apesar de envolver em parte. A entrevista com o Portgas foi totalmente parcial. Tiveram uma OP positiva pra igualar todas as perdas desde o início do BR contra a Gang. O Fábio foi totalmente clubista. haha

Acredito que as perguntas não devam ser tão específicas para casos assim. Perguntas mais gerais como as feitas pro Livio e para o TRXPAR teriam funcionado melhor.

A entrevista do Portgas parece algo feito sob encomenda pra fazer a JuJu parecer maior do que realmente é e fazer um pouco de média com a Toxic, que é a Tribo imediatamente nas costas deles.

Por um lado, o Portgas ta aprendendo a não insultar os outros e fazer média com quem precisa... Por outro, que ódio do Harvey em? haha
Seu comentário é vago igual você, nem te conheço e continuo achando um falador, tiver algo contra mim ja disse e repito colega vem no machado em vez de ficar com dor de cotovelo aqui!
 

LoveCPs

Membro Notável
Pontuação de reações
852
Seu comentário é vago igual você, nem te conheço e continuo achando um falador, tiver algo contra mim ja disse e repito colega vem no machado em vez de ficar com dor de cotovelo aqui!
Não tenho nada contra você não. Você só fala. Como sempre fez. As vezes é punido, as vezes não. Paciência. Infelizmente no último você afundou solo por conta de preocupações individuais e falar demais.

Além disso, se meu comentário é vago pra você, significa que você precisa de um auxílio de uma profa de Português, procure orientação.
 

Spannk

Membro Notável
Pontuação de reações
480
Não é bem sobre a questão do Livio, apesar de envolver em parte. A entrevista com o Portgas foi totalmente parcial. Tiveram uma OP positiva pra igualar todas as perdas desde o início do BR contra a Gang. O Fábio foi totalmente clubista. haha

Acredito que as perguntas não devam ser tão específicas para casos assim. Perguntas mais gerais como as feitas pro Livio e para o TRXPAR teriam funcionado melhor.

A entrevista do Portgas parece algo feito sob encomenda pra fazer a JuJu parecer maior do que realmente é e fazer um pouco de média com a Toxic, que é a Tribo imediatamente nas costas deles.

Por um lado, o Portgas ta aprendendo a não insultar os outros e fazer média com quem precisa... Por outro, que ódio do Harvey em? haha

Igualar as perdas? não estou vendo nenhum lider aqui indo para outras tribos.
Fora os membros insatisfeitos por parte da GANG, falando que estão sendo abandonados pela staff.

Não quero causar e nem nada do tipo, mas no stats de guerra n vejo a GANG jogando.
O game só esta começando, tem muitas cabeças para rolar ainda.
 

DeletedUser7204

Guest
"Fábio: Ao decorrer da sua guerra com a gang vemos a superioridade descomunal, na sua opinião o final da guerra estará próximo ou ainda tem muito br para percorrer?

Portgas: Estamos sem dúvidas muito superiores a eles e colocando os mesmos no chão, essa guerra mal começou e ja está acabando "mas sendo sincero era oque eu esperava", eles não passavam de meia dúzia de falastrões com o ego inflado! Em breve não vão estar mais ali, igual ja sumiram do fórum."


Apesar da grande diferença territorial (em razão do número de tribos), não é possível ver essa "superioridade" na guerra GANG vs. JUJU. Pelo contrário... os stats gerais estão bem equilibrados (não levo em consideração eventuais membros kickados, pois não acompanho a guerra para ter conhecimento sobre estes):

Lado 1:
Tribos: Gang, Gang2
Lado 2:
Tribos: JuJu, JuJuÁ, JuJuN, JuJuO, -JuJu, -JuJu-

Timeframe: Desde o início

Total de conquistas ao lado inimigo:

Lado 1:
53
Lado 2: 60
Diferença: 7

chart


Total de pontos de conquistas ao lado inimigo:

Lado 1:
219,309
Lado 2: 266,821
Diferença: 47,512

chart


Apesar dos comentários sobre, creio que essa é uma guerra que vai se arrastar por um booooom tempo de forma "pegada".
 
Status
Não esta aberto para novas mensagens.
Topo