Tribuna Tribal Wars, BR 111 - Edição I, O mundo após a proteção de iniciantes

Status
Não esta aberto para novas mensagens.

Tyrion Lannister

Moderador do fórum
Pontuação de reações
250
JORNAL DO MUNDO 111

Primeira edição (O mundo após a proteção de iniciantes)



O jornal do mundo 111 tem como objetivo entrevistar jogadores que possam trazer informações importantes sobre o que tem acontecido no mundo para toda a comunidade de Tribal Wars e leitores do fórum TW.

Com pouco mais de uma semana após o início do BR111, corremos para fazer as entrevistas e trazer o melhor trabalho possível para todos da comunidade. Desde já, agradeço a todos os leitores e aos jogadores entrevistados.





Entrevista com Erika "Reizinho", líder da Los Brothers.

Aleson:
Erika, se apresente para a comunidade e todos os leitores do fórum, fale um pouco sobre você e o Nick que costuma usar no Tribal Wars.

Erika: Olá. Me chamo Erika, tenho 27 anos, sou engenheira de pesca e há 1 ano escolhi aprender de verdade como se joga TW. O nick é totalmente simples, sem muita criatividade ahahha

Aleson: Qual a sua experiência com Tribal Wars, quantos mundos já jogou ?

Erika: Sou completamente iniciante, mas me considero uma jogadora que conhece o básico e que se vira no front e nas defesas. Atualmente estou no meu quarto BR.

Aleson: Fala um pouco pra gente sobre a Los Brothers "LB".

Erika: A LB nasceu de um grupo de amigos chamado "Amigos do fofão e zika god" hahahaha depois de muitas discussões no BR108 e cada um da staff atual ser bom do seu jeito em alguma coisa, decidimos entrar no BR111 e dar a cara a tapa pra ver o quão difícil é tomar a frente de tudo e conviver em equipe.

Aleson: Qual a maior dificuldade que a Los Brothers tem enfrentado nesse Br ?

Erika: Acredito que lidar com a experiência de quem lidera há tantos anos. É apenas nosso primeiro BR, mas acredito no potencial da tribo de conseguir incomodar os grandes nomes que estão no jogo e assim fazermos nossa história.

Aleson: A Los Brothers dividiu o continente com uma das grandes mades do BR, Ducks. Recentemente a Ducks caiu e a Los Brothers segue firme, como foi dividir o continente com a Ducks ? Alguma estratégia em específico foi utilizada para lidar com eles ?

Erika: Foi completamente tranquilo. A estratégia utilizada foi apenas lidar com o ego da liderança inimiga. Percebemos que o líder estava jogando mais de um br e tentamos usar isso ao nosso favor.
Sem uma liderança ativa não há organização de defesa. Nossa mini op foi organizada, executada, foi um sucesso para início de br e daí foi apenas aguardar a insatisfação dos players para com a liderança inativa.

Aleson: Na sua opinião, quais tribos são as favoritas para vencer esse BR 111 e o porque ?

Erika: Bom, sendo totalmente confiante na minha tribo eu falo que a LB é a favorita hahahaha mas brincadeiras a parte acredito que Killer e Planc são as tribos favoritas do br. Líderes experientes e que conseguiram juntar muitos players já conhecidos na comunidade.


Aleson: E quais tribos estão jogando abaixo do esperado, existe alguma ?

Erika: Não existe. Até porque não cabe a mim julgar alguma tribo como abaixo do esperado. Acredito que cada um entrega o que pode e é isso.
O foco é manter a minha tribo acima do esperado e o que vier é consequência do nosso esforço e não demérito do inimigo.

Aleson: Gostaria de deixar algum recado para a comunidade ?

Erika: Somente agradecer a todos os amigos que fiz nesse 1 ano de tw e que, da forma deles, me ensinaram tudo que sei até hoje. Slave Family e Panelinha do Adriano = eu nao seria nada sem vocês hahahah um abraço.





Entrevista com Tommy, líder da Show Killer.


Aleson: Tommy, se apresente para a comunidade e todos os leitores do fórum, fale um pouco sobre você e o nome que costuma usar no Tribal Wars.

Tommy: Bom dia antes de começar, agradeço pelo convite feito para ser entrevistado!
Então sou Português, moro em Portugal, apesar de muitos falar que sou brasileiro devido eu saber escrever e falar brasileiro! Faz já uns aninhos que jogo no servidor brasileiro, gosto do ambiente! Sempre foi algo que me motivou a jogar ele!

Aleson: Qual a sua experiência com Tribal Wars, quantos mundos já jogou ?

Tommy: Muita mesmo, joguei speed muitos anos e cheguei a vencer vários torneios! Na época era engraçado, quando tinha que abrir 500 aba para enviar 500 ataques! Era top demais! Joguei muitos mundos, venci total + de 25 mundos! Entre eles no servidor alemão e suéco que agora pertencente ao net e no br! Meu primeiro mundo ganho foi no classico BR junto com a dumal, joguei de coop com o Maycon, cara que hoje já não se encontra entre a gente ! Desde ai sempre fui somando pouco e pouco! Mundos que mais venci foi mesmo clássico.

Aleson: Fala um pouco pra gente sobre a Show Killer, tribo hoje que ocupa o top 2 do BR.

Tommy: Sobre a Show Killer posso falar o dia todo, mas vou falar pouco, começou tudo no br109! Quando dei a ideia de fazer um projeto para o br111! Dai chamei 4 pessoa para me ajudar! (THALYS/HUGO/DANIEL/JOAO) de início nunca esperava conseguir um elenco tão forte, apesar da planc ter jogadores de classe, nós tambem temos muita velha guarda que conseguimos trazer de volta! E olho hoje para a gente apesar do mundo estar no inicio vejo muita comunicação e união nesta tribo! A gente espera uma batalha grande pela frente! Mundo fácil não tem! Se estamos cá é porque eu e todos os meus companheiros de tribo estamos cá para vencer!

Aleson: Qual a sua experiência com liderança, já liderou outras tribos ?

Tommy: Já liderei muitas tribo, apesar do meu "ALTO" ter sido no servidor alemão que os mundos que joguei lá venci todos e liderando! Aqui no br não tenho nenhum ainda, não por não ter condições! Mas sim por alguns não ter dado certo e outros ter que parar devido a falta de tempo!
ADORO liderar, apesar de ser um cargo com um nível de responsabilidade alto! Eu gosto, perde muito tempo, mas meu passa tempo é este jogo mesmo! Sou ótimo analisador de jogo, além de ser a cabeça do inimigo e minha mesmo tempo que me trás sempre sucesso nas minhas OP que organizo.

Aleson: Qual a maior dificuldade que a Show Killer tem enfrentado nesse início de BR ?

Tommy: Uma pergunta engraçada! Acho mesmo que é as barbara bônus

Aleson: Na sua opinião, quais tribos são as favoritas para vencer esse BR 111 e o porque ?

Tommy: No meu ponto de ver a única tribo favorita a vencer o br é a PLANC são um plantel forte e bem organizado, joguei com muitos deles! Mas acredito no potencial de todas as tribos, além da minha, claro que também estamos para vencer o mundo! Que todos vão ter a sua oportunidade de mostrar o que valem! Apesar da PLANC ser a favorita dá sempre vantagens as outras tribos no meu ponto de vista, porque tem muitas tribos a cair em cima dela! Eu mesmo espero que a KILLER e a PLANC se encontrem no final do mundo para guerra final! Mas vamos ver, mundo dá muita volta e a gente não sabe dia de amanhã

Aleson: Estamos com pouco mais de uma semana de BR e o jogo já começou a esquentar. A Show Killer vem enfrentando algum tipo de dificuldade para lidar com os ataques após a proteção de iniciantes ou tem se saído bem ?
Quais tribos estão trazendo mais dificuldades a Show Killer no K44 ?

Tommy: Acho que por enquanto não tem nenhuma tribo no K44 que consiga fazer frente! Apesar de ontem ter entrado uma tribo "BOA E ORGANIZADA" no K34 a BKS acredito que eles irão dar mais trabalho que todas as outras tribo neste continente! TRIBO BKS se encontra nas costas do nosso continente!

Aleson: Tommy, gostaria de deixar algum recado para a comunidade ?

Tommy: Agradeço pelo convite aqui de coração!
Desejo sorte e sucesso a todos na vida pessoal e que este br111 seja um mundo para se recordar mais para a frente!





Entrevista com Igor, líder da Planc.

Aleson: Igor, se apresente para a comunidade e todos os leitores do fórum, fale um pouco sobre você e o Nick que costuma usar no Tribal Wars.

Igor: Olá, comunidade do Tribal Wars! Meu nick é Igor Kalosh, costumo jogar com essa conta. Sou jogador de Tribal Wars desde 2009, voltei a jogar há dois anos e estou por aqui no BR111 a frente da tribo Plânctons.

Aleson: Qual a sua experiência com Tribal Wars, quantos mundos já jogou ?

Igor: Os mundos que joguei foram o 21, 35, 37, 53, 67, 75, 100, 105 e 107. Minha maior experiência com o Tribal Wars é na parte de liderança, gestão, estratégia e diálogo com o jogadores. Contudo, sei fazer o básico que todo jogador mediano/bom consegue fazer. Não sou um jogador fora da curva nem tenho tempo ou interesse para virar popstar nesse quesito. Acredito que no Tribal Wars o coletivo supera o individual e é nesse ponto que equalizo as forças.

Aleson: Fala um pouco pra gente sobre a Planc, que veio com um projeto novo para este Br111.

Igor: A PLANC sempre foi uma das grandes tribos na Era de Ouro desse servidor. Conquistamos o mundo 21 e o Clássico IV. Infelizmente, o mundo 53 acabou em fusão no final (não queríamos fundir TAG) e o 67 perdemos depois de estar há meses na frente do mundo. Aparentemente, o fim da PLANC seria no 67, após o antigo líder zablan parar de jogar, mas eu reuni a velha guarda da PLANC pra brincar no mundo 100 e viciamos de novo no jogo. Com relação ao projeto, estudei o jogo e os jogadores do servidor Br durante 1 ano e meio. Depois preparei um projeto entre abril e novembro do ano passado para entrar forte no Mundo 111 e evitar os erros cometidos dos BR's 53 e 67. Nosso projeto tem uma base de veteranos dos mundos que jogamos e jogadores bons que gostaram do nosso projeto.
Estamos aqui para conquistar o BR 111.

Aleson: E qual a maior dificuldade que a Planc tem enfrentado depois de tanto tempo sem aparecer nas telas do Tribal Wars ?

Igor: Não estamos enfrentando nenhuma dificuldade no momento. A tribo está sendo conduzida conforme planejamos.

Aleson: Na sua opinião, quais tribos são as favoritas para vencer esse BR 111 e o porque ?

Igor: Eu não acredito em favoritismo e títulos. Acredito que o que vence um BR é comprometimento da Staff e dos jogadores. Não quero superestimar a PLANC ou subestimar as tribos do mundo. Pé no chão sempre.

Aleson: Gostaria de deixar algum recado para a comunidade ?

Igor: Isso aqui é só um jogo. Menos toxicidade e mais dopamina.




Essas foram as entrevistas da nossa primeira edição.
Infelizmente não consegui contato com o líder da No Place To Farmers. E a entrevista com o líder da Ducks foi realizada, porém a pedido do mesmo e por respeito aos jogadores, a entrevista não vai ao ar.

Agradeço muitíssimo a comunidade e todos que me deram a oportunidade de estar trazendo essa edição do jornal para vocês. Um ótimo jogo a todos.
 

CheGuevarah

Membro
Pontuação de reações
10
Show... boas entrevistas com bons players ...

" Não sou um jogador fora da curva nem tenho tempo ou interesse para virar popstar nesse quesito. Acredito que no Tribal Wars o coletivo supera o individual e é nesse ponto que equalizo as forças. "

Planc, Igor


" Coletivo... " Equalizar forças " Excelente..."
 

- F A V E L A

Membro Notável
Pontuação de reações
2.171
Faltou a famosa farpa aí só

Todos tentaram ser muito políticos, oq acaba se tornando chato kkkk

Parabens pela iniciativa, queremos entrevista com o imperador de Roma e com o líder da Birlik pra tentar entender oq deu na cabeça dele de ir nas calls do Renner de botar a tribo toda na fogueira
 

Hinode Center

Membro Notável
Pontuação de reações
253
Faltou a famosa farpa aí só

Todos tentaram ser muito políticos, oq acaba se tornando chato kkkk

Parabens pela iniciativa, queremos entrevista com o imperador de Roma e com o líder da Birlik pra tentar entender oq deu na cabeça dele de ir nas calls do Renner de botar a tribo toda na fogueira

Devem ser árabes.
 

Fail -

Membro Notável
Pontuação de reações
26
Sdds zablan

e que negocio é esse de falar e escrever brasileiro? achei que brasil povo falava e escrevia portugues mesmo o_O

fora de brincadeira agr...boas entrevistas...sempre é de tirar o chapeu quem tira do seu tempo livre pra estas iniciativas... parabens Aleson pelo trabalho e restantes líderes pela participação
 

Pablo-NOS

Novo Membro
Pontuação de reações
1
A pessoa que fala que ele é brasileiro vendo ele escrever assim deveria levar uma surra kkkkk

Nada contra, da para entender, mas é nítida a diferença de escrita do português daqui para o de Portugal

Mas os catarinenses falam igual os tugas, falei! kkkk
 

- F A V E L A

Membro Notável
Pontuação de reações
2.171
Mas os catarinenses falam igual os tugas, falei! kkkk

Viajou legal kkk
tem nada a ver com sotaque português po, foi muito longe, mas MUITO longe agora

o sotaque mais comum aqui é o do pessoal do litoral que é parecido com o do RJ e faz o S virar um Xix
do Oeste do estado é um sotaque parecido com o do Paraná e também o colono
No centro é Colono total misturado com Alemão e Italiano

no Brasil não existe nenhum lugar com sotaque parecido com o de portugal, é muito diferente de tudo aqui
 
Status
Não esta aberto para novas mensagens.
Topo